MMA – Anderson Silva se naturaliza cidadão dos EUA: ‘Acho que este é o meu país’ – Notícias



Em uma cerimônia de naturalização em massa realizada na terça-feira, 23, o lutador brasileiro Anderson Silva se tornou cidadão dos Estados Unidos. Além do atleta de 44 anos, os seus filhos Kaory, de 23 anos, e Kalyl, de 20, também viraram oficialmente norte-americanos no evento Los Angeles Convention Center, que contou com a participação de cerca de 8 mil imigrantes.

Veja também

  • EsporteFilho de Anderson Silva vence por nocaute em torneio de muay thai17 jun 2019 – 12h06
  • EsporteUFC: Anderson Silva cogita aposentadoria após nova derrota e lesão16 maio 2019 – 10h05

Os três fizeram o juramento de cidadania e cantaram o hino nacional dos EUA na cerimônia. Entre os presentes havia pessoas do México, das Filipinas e da China, sendo que muitas delas agitaram bandeiras da nação que adotaram como o seu novo país. Ao lado dos filhos, Anderson recitou cada verso de The Star-Spangled Banner (A Bandeira Estrelada) com a mão sobre o seu coração.

O brasileiro buscou a cidadania americana por uma década e comemorou por finalmente obtê-la. “Eu me sinto muito feliz. É um grande momento para mim e para a minha família. Tudo o que os Estados Unidos (deram) a nós, agora é a hora de devolver”, afirmou Anderson, em entrevista à agência de notícias The Associated Press.

E ele ainda surpreendeu ao dizer que respeita o seu país de nascimento, mas que se sente norte-americano atualmente. “Eu tenho minha família no Brasil. Eu tenho minha mãe e meus irmãos no Brasil, mas eu acho este (os EUA) é o meu país agora”, completou, confiante também de que, em solo norte-americano, para onde levou os seus filhos há sete anos, a sua família tem acesso a melhores oportunidades para as suas vidas.

“Nós estávamos muito animados, especialmente com o aprendizado da língua, e eu estou indo para a faculdade”, afirmou Kaory. A esposa de Anderson, Dayane, e os seus outros filhos (Gabriel, de 22 anos, Kauana, de 18, e João, de 14) também estiverem presentes na cerimônia desta terça-feira em Los Angeles, mas ainda não estão passando pelo processo de naturalização.

Ex-campeão dos pesos-médios do UFC, Anderson foi o lutador a sustentar por mais tempo um cinturão do UFC, tendo conquistado 16 vitórias consecutivas entre 2006 e 2013. Ele é atualmente o 15º colocado do ranking dos médios do UFC. Antes de se consagrar como lutador de artes marciais mistas (MMA, na sigla em inglês),o brasileiro nasceu em São Paulo, mas cresceu em Curitiba com a sua tia e o seu tio, que era um oficial de polícia na capital paranaense.



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *